Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica

PROJETOS | CARAVANA ALMANAQUE 1

por Augusto Melo Brandão

14257487_10154436827901904_8861291105314296404_o

luís de camões. 5 h. Um grupo de fanáticos anônimos se reúne em uma sala branca. Alguns chegam, outros esperam a chegada, ninguém sabe o motivo da espera. Há poucos elementos capazes de constituir memória, com exceção talvez da brancura do espaço, quebrada apenas pelo vermelho plástico dos assentos. Ou quem sabe estou apenas de ressaca e não consigo prestar muita atenção. 5h30. tiradentes. Pessoa de botas, não anônima, entra na sala. Dispõe uma série de questões de fato e de direito, e retira-se rindo, sem que possa anotar seu nome. beco das putas, 0h. (mais…)

PROJETOS | CARAVANA ALMANAQUE | intro.

por Heyk Pimenta

Estamos tem tempo sem largar o osso. Bolando jeitos de viver juntos, fazer poesia, falar disso e principalmente não morrer. Contamos pros outros como é fazer parte de uma caravana que não tem ponto de chegada. E andamos. O Centro Municipal de Artes Hélio Oiticica, que desde março joga conosco, agora nos cedeu espaço e jeito para escrevermos um almanaque com propostas de oficina, reflexões sobre o que temos feito e faremos e o que mais couber num almanaque. É para isso a série de crônicas que agora anunciamos. Semanalmente um dos participantes da Oficina vai narrar como estão sendo nossas imersões, não como um escrivão, mas como quem terá os encontros como ponto de partida e, a partir dali, queira contar.