Renato Rezende

O QUE TEM FEITO, RENATO REZENDE?

por Heyk Pimenta

foto de Luciana Lopes

foto de Luciana Lopes

 

“Não tenho escrito muito. E muito menos ainda poesia. Acho que poesia é coisa de mulher. E agora sou um homem. Um homem que envelhece. Pelo menos, por ora.”

Essa foi a resposta de Renato Rezende à pergunta da Oficina. A sessão “O que tem feito?” trará notícias e poemas recentes de autores que já passaram pelas nossas sabatinas. Poeta, crítico, curador, tradutor e romancista paulistano, Renato ganhou duas vezes o Prêmio Biblioteca Nacional com os livros Passeio (Record, 2001) e Ímpar (Lamparina, 2005), depois de ter passado pela Índia, Estados Unidos e se fixado no Rio de Janeiro ainda nos anos 1990.

(mais…)